Ambiente descontraído de desconstruções artísticas.

Recinto para exibição de intervenções sobre narrativas cinematográficas e artes cruzadas.

Adriana Bernardes (canto) e Antônio Eduardo (piano).

MUSICA PARADISO: O Beijo Colado, composição musical para canto e piano escrita em 2004, teve sua estreia no dia 30/10/2010, no Theatro Guarany, em Santos (SP), na interpretação da soprano Adriana Bernardes e do pianista Antônio Eduardo (em exibição na tela ao lado).

É a primeira peça de uma série que busca transpor para a linguagem musical elementos da linguagem cinematográfica: a narrativa, o corte, a montagem, a iluminação, os gêneros e outros aspectos técnicos e estéticos.  É nesse sentido amplo que a série foi denominada TEMAS DE CINEMA.

MUSICA PARADISO: O Beijo Colado  é, assim, a peça Temas de Cinema n. 1, e foi inspirada na famosa sequência dos beijos proibidos do filme Cinema Paradiso, do diretor Giuseppe Tornatore.

 

O processo de criação de MUSICA PARADISO: O Beijo Colado é mostrado em vídeo na Cabine de Projeção.

 

O vídeo é dividido em duas partes.

 

A parte A identifica os filmes, atores e atrizes das cenas dos beijos (com algumas omissões e eventuais incorreções em equívocos) exibidas na sequência final de Cinema Paradiso.

 

A parte B identifica todas as composições utilizadas na montagem das cenas musicais de Musica Paradiso: O Beijo Colado, informando os títulos e autores das obras, além da função na estrutura musical (melodia, acompanhamento, texto), ilustrados com imagens dos compositores, letristas e partituras.

Cada uma dessas partes é antecedida por breve e sintético esclarecimento  sobre o respectivo processo de criação, cinematográfica e musical.

Visualizar em modo site para computador
  • Cine Inês Facebook
  • Cine Inês Youtube
  • Cine Inês Vimeo
  • Cine Inês Twitter
  • Cine Inês Instagram