top of page

Arte e Cineclubismo em Santos


ARTE E CINECLUBISMO EM SANTOS (2019) Gil Nuno Vaz
Prévia do livro de Inês Cruz, Arte E Cineclubismo Em Santos que reúne relatos de cerca de centena e meia de pessoas, artistas e intelectuais, que viveram o ambiente cultural de Santos impulsionado por dois clubes de cultura, a partir dos anos 50: o Clube de Cinema de Santos e o Clube de Arte de Santos. Às vésperas do seu lançamento, Cine Inês traz informações e curiosidades sobre o conteúdo e a história do livro, falando de sua autora e das personalidades que protagonizaram ou coadjuvaram um período que recobre mais de meio século da vida cultural da cidade. 

Durante sua formação acadêmica em História, Inês Cruz realizou pesquisas sobre o Clube de Arte de Santos (recobrindo o período 1952-1968) e Maurice Legeard, ativista cultural que comandou o Clube de Cinema de Santos (no período 1950-1980) e a Cinemateca de Santos, de 1981 até sua morte, em 1997. A forte influência que essas instituições exerceram, em artistas e intelectuais nascidos e radicados em Santos, é o eixo unificador da narrativa do seu livro sobre arte e cineclubismo em Santos.


No Salão de Chá de CaféInês, Gil Nuno Vaz e Gustavo Lucas contam a história que vai das pesquisas acadêmicas de Inês Cruz sobre o Clube de Arte de Santos, o Clube de Cinema de Santos e Maurice Legeard, até a publicação desses estudos no livro Arte E Cineclubismo Em Santos, que será lançado em breve.






Comments


Todos os conteúdos publicados em Cine Inês.

pacos_tempo_bp.jpg
bottom of page